• Clau Gazel

É dia de feira!

É dia de feira – Claudia Gazel, para Go Where Gastronomia – matéria publicada em out/2013


Ir ao “marché” em Paris é uma das maneiras mais agradáveis de penetrar na cultura gastronômica da França

Independentemente da possibilidade de cozinhar ou não em Paris, visitar uma feira de rua ou mercado na cidade é a ocasião ideal para se ter contato com a verdadeira cultura gastronômica francesa. A cidade tem hoje mais de 50 marchés, cobertos ou não, que dispõem dos mais variados produtos, como frutas, verduras, legumes, carnes, peixes, aves, queijos e frios. Muitos deles atravessam a França e até mesmo a Europa para compor a mesa do parisiense.

O marché é, antes de mais nada, um local de aprendizado e, ao mesmo tempo, de troca. Ali se aprende muito sobre a sazonalidade e a origem dos produtos e o respeito e a importância que se dá a isso no país. Se quer ver marron (espécie de castanha que no Brasil conhecemos como castanha portuguesa) e coquille Saint-Jacques (espécie de concha semelhante à vieira) na feira, a época é o outono. Já frutas como pêssegos, cerejas e ameixas podem ser encontradas a partir do final da primavera e durante todo o verão. As ostras mais frescas e cristalinas começam a chegar aos mercados em meados de outubro, assim como os lagostins.

E de onde vêm o melão mais famoso, perfumado e suculento da França? De Cavaillon, no sul do país. Quais e quantos tipos de morangos que se comem e podem ser encontrados por aqui? Muitos, dentres eles o popular Gariguette e o doce e perfumado Ciflorette. E é mesmo de assustar a infinidade de tipos de tomates. Há produtores especializados no fruto que chegam a produzir mais de 500 espécies e, garantem: cada uma tem sabor, cor e textura próprios. A variedade de batatas também é algo difícil de acreditar. Até por isso não é raro encontrar barracas com um único tipo de legume ou fruta, como batata, cebola e maçã.


Mas o que fazer com tanta batata ou tanto tomate? Bom, aí depende. E neste momento entra a outra parte fascinante da visita ao marché. Porque para todas as suas perguntas, sejam elas fruto de mera curiosidade ou   um pedido de sugestão de receita, o feirante terá uma resposta. Porque a batata que se usa para fazer raclette não é a mesma que se usa para fazer purê, assim como a cebola que se coloca em uma salada, não será a mesma utilizada na preparação de um molho de tomates. E se é para variar, uma sugestão é experimentar cenouras roxas, brancas e amarelas. Sim, cenouras roxas orgânicas existem e tem sabor bastante diferente das alaranjadas.


Vale ainda dar uma passada no boucher (açougueiro) e na peixaria, para descobrir que o coelho é vendido inteiro, muitas aves, com os pés e a cabeça e que ainda há franceses que comem cérebro de porco e compram enguias e caranguejos vivos para preparar em casa.

E, então, em uma cuidadosa visita ao marché é possível viajar pela França, conhecer seus produtos regionais e, sobretudo, compreender a apaixonante e íntima relação do francês com sua rica e diversificada gastronomia.

Confira endereços e horários de alguns marchés em Paris:

Marchés de rua

Marché Maubert – Place Maubert – ter e qui: 7h/14h30; sáb: 7h/15h

Marché Monge –  Place Monge – qua e sex: 7h/14h30; dom: 7h/15h

Marché Bastille – Boulevard Richard Lenoir – qui: 7h/14h30; dom: 7/15h


Peixes, carnes, verduras, carnes: os marchés alimentam a França – o país com a melhor gastronomia do mundo. Mas também têm comidinhas deliciosas – caso da Manakish (foto acima), uma espécie de esfiha gigante que pode ser degustada nafeira da Place Monge (veja mais detalhes neste post).

Marchés cobertos

Marché couvert des Enfants Rouges – 32, Rue Bretagne – ter e qui: 8h30/13h e 16h/19h30; sex/sáb: 8h30/13h e 16h/20h; dom: 8h30/14h

Marché couvert Saint-Quentin – 85 bis, Bd Magenta – ter/sex: 9/13h e 16/19:30h; sáb 9/13h e 15:30/19:30h

Marché couvert Beauvau (marché d’Aligre) – Place d’Aligre – ter/sex: 9h30/13h e 15h30/19:30h; dom: 8h30/13h30

#MarchédelAlma #MarchéSaintQuentin #feirasdeParis #MarchédAligre #MarchédesEnfantsRouges #MarchéMaubert #dicasdeParis #MarchéBastille #PlaceMaubert #marchésdeParis #feirasderuaemParis #PlaceMonge

©2019 by Paris na Veia. Proudly created with Wix.com