• Clau Gazel

6 formas infalíveis para aproveitar o verão parisiense

Hoje os termômetros bateram 29 graus em Paris e ainda estamos na primavera. Mas a cidade está com outra cara. Cada um quer um pedacinho do gramado ao sol para aproveitar ao máximo o que o verão pode nos oferecer! Descubra aqui 6 formas infalíveis de curtir um verão verdadeiramente parisiense.

1. Fazer piquenique


piquenique canal

O piquenique é um das formas que os franceses e, logicamente, os parisienses encontraram para aproveitar ainda mais a estação mais esperada do ano, o verão.  Logo, é fundamental que a meteorologia colabore. Com tempo fechado, frio e chuva, simplesmente não dá! É por isso que a época em que os piqueniques se espalham por Paris vai da metade da primavera até o fim do verão. Depois, é preciso tempo para comer com calma, se esticar no gramado, aproveitar o sol, a natureza, os amigos e a família. Fazer piquenique é um clássico de verão. E nem é preciso muita preparação: basta passar no supermercado, na padaria e, com frios, queijos e bebida, está feita a festa!

2. Ouvir música nos diversos eventos gratuitos da cidade


fete de la music 6

Há diversos eventos que acontecem na cidade em que a música é destaque: Festival de Jazz (leia mais neste post), Fête de la Musique (dia 21 de junho a cidade para… tem música ao vivo em todo canto!), concertos gratuitos no Jardin du Luxembourg (confira a programação do mês de junho aqui). Basta se deixar levar pela música!

3. Se jogar à beira do Sena ou dos canais da cidade

Com as ondas de calor que a cidade tem sofrido, a simples ideia de estar ao lado do rio ou do canal, já refresca. E lugares para isso não faltam! Veja aqui 6 lugares para curtir o verão parisiense à beira d’água e aproveite o calor como um verdadeiro parisiense.


Canal Saint Martin_A Viagem Certa1

4. Tomar sol nos parques da cidade


piquenique

Paris conta com inúmeros parques, praças e jardins: não é como praia, mas dá para pegar uma corzinha! Quer uma lista caprichada?

Bois de Boulogne – Com um lago enorme, muito espaço para piquenique, parquinho e até cavalo para as crianças darem uma volta, o bosque tem tudo para agradar a todos.

Bois de VincennesCom quase 10 Km²,  o bosque é ideal para “piqueniquer” em volta de seus 4 lagos.  É para passar um dia inteirinho respirando ar puro, bebendo e comendo.

Jardins du LuxembourgCentral, o jardim tem fontes e estátuas maravilhosas e abriga o Senado francês, além de um gramado perfeito dedicado exclusivamente à pratica de piquenique.

Parc Buttes-Chaumont – Com quase 25 hectares, é um dos maiores de Paris e, de lá, se tem uma vista linda.

Parc FloralO parque tem jardins especiais (bonsai, jardins das borboletas etc) e milhares de espécies de plantas. Em dias de show, o piquenique rola com som ao vivo.

Parc de Montsouris – Com um lago enorme, muito espaço para piquenique, parquinho e até cavalo para as crianças darem uma volta, tem tudo para agradar a todos.

Promenade Plantée e Jardin de ReuillyA Promenade Plantée é uma passarela suspensa arborizada construída no lugar de uma antiga linha de trem. Com cerca de 4,5 Km, atravessa o 12º arrondissement. Uma opção deliciosa de passeio que pode acabar em piquenique no amplo gramado do Jardin de Reuilly.

Jardin des Plantes – um dos maiores parques da cidade, também tem área reservada especialmente para piqueniques. Suas flores e jardins especiais são de encher os olhos.

5. Se tornar um ás na Velib’


velib

O que há de melhor do que uma bike para evitar o calor do metrô, aproveitar a paisagem e o sol? A Velib’, sistema bikes públicas da cidade,  é uma mão na roda. É bem verdade que elas são bem disputadas, mas vale a pena ter paciência para pegar – e estacionar – e zanzar com uma para baixo e para cima. Sabia como usá-la aqui.

6. Curtir um bar com mesa ao ar livre


noir 5

Gim tônica, mojito, Spritz (É ele o protagonista da estação?) ou chopp: um drink numa mesa na calçada é uma deliciosa mania do verão. Mas o lugar faz diferença, não? Preparamos uma listinha de bares que agradam!

Le Café Noir – é um bar cheio de estilo e personalidade, com música alta e um balcão grande e delicioso, do qual não dá vontade de sair. O público jovem, moderno e descolado parece ser formado por habitués do bairro, vindo das lojas da moda nas redondezas, em ritmo de happy hour. 65 rue Montmartre; seg/sáb até 2 da manhã.

Chez Prune – com decoração vintage e público descolado, está sempre lotado. Mas seja na calçada, dentro ou até mesmo encostado no balcão, sempre tem lugar para mais um. Chop, vinho, cerveja ou caipirinha, não importa. O que interessa é beber e conversar. À noite servem tábuas de frios e queijos. Anote: 36, Rue Beaurepaire, seg/dom – 10/01h.

Stolly’s bar – localizado no burburinho do Marais e a menos de 30 metos da Rue Rivoli, tem um clima legal e cerveja barata; a música pode ser um pouco alta (tock o tempo todo!)… nessa caso, o melhor é conseguir um lugar na calçada. Anote: 16, Rue Cloche Perce; seg/dom. – 18h30/2h.

Peniches da BNF – O La Dame de Canton tem pizzaria com forno à lenha, vinho rosé gelado e programação de shows. O Nix Nox também é bem legal: chopp, mojito, tábuas de frios e queijos. O Le Petit Bain tem DJ no deck do barco e recebe um público bem descolado.  E um segredinho: a região é cheia de franceses! E para aproveitar, não tem hora: almoço, fim do dia e até de noite. Confira toda a programação nos sites se pretende ouvir música ou ver algum show. E para uma cerveja, basta correr pra lá antes que o verão acabe!  Funcionamento apenas na Primavera e no Verão; estação Quai de la Gare/linha 6.

#comocurtiroverãoemParis #dicasdeParis #verãoemParis #verãoParis2015

0 views0 comments