• Clau Gazel

Café Constant

O Café Constant, inagurado em 2003, leva o nome de seu proprietário e fundador, Christian Constant, e é o segundo estabelemecimento do renomado chef. Localizados na mesma rua também estão o estrelado Le Violon d’Ingres, nascido em 1998, e o caçula Les Cocottes. No esquema de brasserie, o Café Constant funciona desde cedo até às 23h. É, segundo Constant, um lugar em que é possível tomar um café com croissant pela manhã, almoçar e jantar. Além das opções do cardápio  há sempre o menu do dia (entrada + prato ou prato + sobremesa  – 16 euros ou entrada + prato + sobremesa – 23 euros). Inspirado na cozinha de sua avó, Constant traz no cardápio pratos clássicos, como o saboroso parmentier de canard, com seu toque especial, lógico. Tudo em um ambiente de bistrô acolhedor.

A entrada, ravioli d’homard (lagosta) é suave e vem servido com uma espuma deliciosa que garante que o prato não fique seco e ainda, tenha seu sabor ressaltado.


O parmentier é apresentado de uma forma totalmente inovadora. Ao invés da carne desfiada coberta por uma camada de purê, servida em um recipiente que é levado ao forno para gratinar, no Café Constant ele chega assim à mesa: batatas ultra crocantes cobrem um pedaço da sobre-coxa de pato, cuja carne extremamente macia desmancha na boca. Ao lado, saladinha de folhas verdes e o parmentier, aí nas suas duas camadas tradicionais, mas com um toque especial de cogumelos. Inesquecível.



De sobremesa, Ile flottante, o mais leve e saboroso que já provei. A clara em neve não apresente nenhuma resistência sequer ao morder (em outras palavras, fica num ponto perfeito que não está crua nem dura) e isso, para mim, é um indício de perfeição! O creme de baunilha tem acúcar equilibrado e as amêndoas dão o toque final.


Anote: 139, Rue Saint-Dominique; seg/dom – 8/23h (almoço de 12/14h30 e jantar de 19/23h); tel.: 01 47 53 73 34; metrô Ecole Militaire – linha 8.

#CafeConstant #ChristianConstant #dicasdeParis

0 views0 comments