• Clau Gazel

Hoje em Paris: Galeries e Passages

Se quiser viajar no tempo e conhecer mais de perto uma Paris que você pensava existir apenas nos filmes, há vários endereços para conhecer.

Galerie Vero Dodat – A galeria foi construída em estilo neoclássico no começo do século XIX para servir de passagem entre o Palais Royal e Les Halles. A trama diagonal do piso em preto e branco é responsável pela sensação de profundidade da passagem. Entrada pela Rue Jean-Jacques-Rousseau, n. 19 ou Rue Bouloi, n. 2.


Galerie Vivienne – Sua inauguração data de 1826. Na ocasião, a construção de galerias e passagens estava na moda. É bem mais movimentada que a Galerie Vero Dodat. A livraria da galeria é muito charmosa. Entradas pela Rue des Petits-Champs – n. 4, Rue de la Banque – n. 5-7  e Rue Vivienne -n. 6.

Passage Colbert – concorrente da vizinha Galerie Vivienne, foi contruída na mesma época. Diferentemente das outras galerias, nada de comércio. Ali instalaram-se apenas algumas instituições, entre elas o Instituto Nacional do Patrimônio e  o Instituto Nacional de História da Arte. Entrada pela Rue des Petits-Champs, n. 6.


Estações de metrô: Bourse (linha 3) ou Palais Royal – Musée du Louvre (linhas 1 e 7).

#dicasdeParis #PassageColbert #galerieVeroDodat #galeriasepassagenscobertasdeParis #galerievivienne

1 view0 comments