• Clau Gazel

Roteiros de Bistrôs BB (bom e barato) em Paris, para Go Where Gastronomia

Claudia Gazel, para Go Where Gastronomia – mar/2013

Para download clique aqui: Go Where Gastronomia mar/2013

Para comer bem em Paris não é preciso criar uma constelação de estrelas no seu roteiro. Nem gastar horrores. Basta seguir os franceses. Eles sabem e gostam de comer bem. Sempre. Mas não gostam de esbanjar. A opção dos menus do dia garantem não apenas preços mais acessíveis, mas também ingredientes frescos. Outra dica indispensável para comer em bons lugares em Paris é fazer reservas com antecedência. Numa seleção única, Go Where Indica lugares excelentes para se comer em Paris, sem doer no bolso.

Para os carnívoros de plantão

L’A.O.C. –  O casal Sophie e Jean-Philippe uniu as receitas de família às lembranças da infância no interior neste aconchegante e altamente recomendável bistrô localizado no Quartier Latin. Sophie se encarrega da recepção e do vinho. Na cozinha, Jean Philippe se dedica às especialidades da casa: carnes provenientes dos melhores produtores da França. Entre  as de caça, destaca-se o sanglier, e, entre os assados, o leitão grelhado (Cochon de lait rôti) e o filé ao molho de pimenta (Cœur de Filet de bœuf normand, sauce au poivre 200 gr). O Steak Tartare (Tartare de bœuf d’ AUBRAC haché à la commande 250 gr) pode chegar à mesa para que você mesmo tempere – isso é costume  no país – ou ser minusciosa e perfeitamente preparado pela simpática equipe do local. No inverno, o prato de destaque é o cassoullet, que chega fervendo à mesa. A tarte tatin aux pomme, acompanhada de creme de leite, derrete na boca e pode ser classificada como uma das melhores da cidade. Tudo exatamente como deve ser. Além do cardápio fixo, a casa trabalha com menu no almoço a 21 euros (entrada e prato ou prato e sobremesa) e no jantar à  29 euros (entrada, prato e sobremesa).  14, Rue des Fosse Saint-Bernard – 75005;  ter./sáb. 12/14h e  19:30/23h; tel. 01 43 54 22 52; metrô Cardinal-Lemoine (linha 10); www.restoaoc.com.


Chefs famosos e queridinhos dos franceses

Café Constant – O restaurante inaugurado em 2003 leva o nome de seu proprietário e fundador, Christian Constant, e é o segundo estabelemecimento do renomado chef. Localizados na mesma rua também estão o estrelado Le Violon d’Ingres, nascido em 1998, e o caçula Les Cocottes. No estilo das brasseries, o Café Constant funciona até às 23h. É, segundo Constant, um lugar em que é possível tomar um café com croissant pela manhã, almoçar e jantar. Inspirado na cozinha de sua avó, Constant traz no cardápio pratos clássicos, como o saboroso parmentier de canard (pato com batatas), originalmente uma espécie de escondidinho, mas com seu toque especial: no lugar da carne desfiada e coberta por uma camada de purê, servida em um recipiente que é levado ao forno para gratinar, no Café Constant ele é servido com batatas ultracrocantes que cobrem um pedaço da sobrecoxa de pato, cuja carne desmancha na boca, com um toque especial de cogumelos. Sobremesas tradicionais, como o levíssimo Ile flottante, com uma clara em neve em ponto perfeito. Além das opções do cardápio, há sempre o menu do dia (entrada + prato ou prato + sobremesa, entre 16 e 23 euros). Tudo num ambiente intimista e acolhedor. 139, Rue Saint-Dominique; seg/dom – 8/23h (almoço de 12/14h30 e jantar de 19/23h); tel.: 01 47 53 73 34; metrô Ecole Militaire (linha 8).


Le Chardenoux – Bistrô realmente à moda antiga, o Chardenoux tem paredes revestidas de espelhos, balcão em mármore e afrescos no teto; tudo remonta a 1908, ano de sua abertura. É neste prédio, inscrito entre os Monumentos Históricos da França, que Cyril Lignac, chef à frente do estrelado Le Quinzieme, resolve em 2008 imprimir sua identidade à cozinha de bistrô: cardápio com pratos tradicionais, mas impregnados de personalidade e toques de modernidade, sem jamais esquecer suas raízes. Foie gras, entrecôte, tartare de boeuf, hambúrguer e costela de porco estão no cardápio fixo. Menu do dia (entrada, prato e sobremesa), a 27 euros. 1, rue Jules Vallès – 75011; seg/dom. 12/14h30 (nos fins de semana até 15h) e 19/23h; tel. 01 43 71 49 52; metrô Charonne (linha 9); www.restaurantlechardenoux.com.


No coração do Marais, um bistrô para toda hora

Les Philisophes – Com fama justificada, este bistrô localizado no coração do agitado bairro do Marais mescla a clientela francesa fiel a turistas ocasionais. Aberto o dia todo, tem opções para todos os gostos: saladas suculentas, sanduíches simples e deliciosos, assados e clássicos franceses, como sopa de cebola, steak tartare e a famosa cuisse de canard confi t. Ele se destaca por sua fi losofi a caseira: tudo é “fait maison”, feito na casa, os produtos são sempre frescos, muitos orgânicos. O resultado: qualidade e sabor. Além do cardápio fi xo, tem opções de entradas, pratos e sobremesas do dia, que formam um menu a 25 euros. Clima bastante descontraído. 28, Rue Vielle du Temple – 75004; seg./dom. 9/2h; tel. 01 48 87 49 64; metrô Hotel de Ville (linhas 1 e 11); www.cafeine.com/.

Fora do centro, mas vale a viagem

Le Cornichon – dez anos no setor de informática fi caram para trás quando Franck Bellanger decidiu mudar de vida. Após experiência ao lado de chefs como Stéphane Jégo (Chez l’Amie Jean), Franck une-se a Matthieu Nadjar para abrir o Le Cornichon – que, com apenas dois anos de vida, é sucesso absoluto e tem uma agenda repleta de reservas. Entrada, prato e sobremesa do cardápio fi xo podem ser combinados formando um menu de 32 euros no almoço e 34 no jantar. Associações bem-sucedidas, como a torta fi na de berinjela, chorizo, frutas cítricas e pistache, o peixe rouget em ponto perfeito de cozimento com feijão branco, alho e cebola jovem e a crocante e refrescante torta de maçã chantecler com raspas de limão, se alternam no cardápio, que ganha novidades toda semana. Tudo com tempero justo e equilibrado, nos pratos não há o que tirar nem pôr.. 34 rue Gassendi – 75014 – seg/sex. 12/14h30 e 20/23h; tel. 01.43.20.40.19; www.lecornichon.fr.

©2019 by Paris na Veia. Proudly created with Wix.com