• Clau Gazel

A Viagem Certa no Money Jornal

Confira minha participação no Money Jornal, edição n. 15, publicado em 14.12.2010.


Férias numa boa – Fugir da alta temporada pode ser mais relaxante e econômico

por Cristiane Morais


Viajar é o sonho de muitos, mas que poucos conseguem concretizar. O complicador na realização dessa grande meta, que muitas vezes fica em segundo plano, é a falta de planejamento para aproveitar o máximo dos dias de folga sem gastar além da conta. A expectativa para as festas de final de ano são enormes e, nessa empolgação, muitos acabam comprometendo todas as reservas, ou até mesmo os rendimentos do próximo ano, para estar longe de casa na contagem regressiva. No Brasil, os pacotes de viagem do ano novo e do carnaval são os mais caros do ano e podem custar entre duas a três vezes mais, além de todo o estresse de encontrar um lugar vago, acompanhar a família e amigos e aguentar as filas enormes em restaurantes e supermercados. Por isso, antes de entrar em uma barca furada, calcule muito bem os prós e contras e avalie se realmente vale a pena ir para um lugar badalado por poucos dias ou conhecer um lugar especial fora do país em uma temporada mais em conta. Se você não abre mão de comemorar a virada em um lugar totalmente novo, saiba antes que na Europa, por exemplo, além das baixas temperaturas, as comemorações também são bem diferentes do ritmo brasileiro. Aquele mar de gente de branco não é prática e o samba, animação e festival de fogos também podem não corresponder pelo esperado. Para evitar decepções ou voltar da viagem sem um tostão no bolso para aproveitar o resto do ano, avalie bem os custos envolvidos e se realmente vale depositar todas as fichas em apenas um período. Abrir mão do destino da última moda e, talvez, passar as festas com os familiares, na casa de amigos ou em lugares que não demandem investimentos de hospedagem pode ser divertido e moderno e ainda melhor para o seu bolso. “Final de ano é sempre um grande custo e transtorno para sair de casa. Trocar poucos dias longe de casa por uma viagem planejada e para aquele lugar tão sonhado por duas semanas pode ser uma boa troca”, ensina o consultor. financeiro e escritor Gustavo Cerbasi. “Fugir da alta temporada e de feriados é sempre uma dica valiosa para se gastar menos”, acrescenta a viajante e blogueira, Claudia Kronka Gazel (www.aviagemcerta.com.br). A experiência da viajante diz que a melhor opção é trocar o destino das temporadas. “Para tornar viável a tão desejada viagem para a Europa, vá no inverno, enquanto será verão no Brasil e os destinos nacionais estarão com preços absurdos”, explica. Os preços de hospedagem aumentam muito no final do ano,mas em Paris, por exemplo, proporcionalmente, o aumento do preço nessa época é inferior ao Brasil. “O valor da diária aumenta apenas nos três dias principais do final do ano e depois volta ao preço normal”, esclarece. Mas tem que estar preparado para fazer turismo no frio, o que implica ficar 90% do tempo dentro dos lugares ou então aguentar o peso dos casacos, das luvas, cachecóis e chapéus. Para Cerbasi, outra boa alternativa é ir para a montanha no verão, que não tem uma procura tão grande. Além do preço mais barato, os lugares são bem mais tranquilos para curtir as férias merecidas. Agora, se a dúvida é viajar de carro ou avião, é bom não levar em consideração apenas o preço, mas o conforto dos ocupantes. “Ficar horas no trânsito é muito desgastante e compromete o tempo das férias. O co-autor do livro “Mais Tempo, Mais Dinheiro” afirma que ganhar tempo também é dinheiro. Afinal, é preciso descansar para entrar o ano renovado.

#CristianeMorais #entrevista #Expomoney #MoneyJornal

0 views0 comments

Recent Posts

See All