• Clau Gazel

Brasil – A Bola da vez! Claudia Gazel, para Go Where Gastronomia

Brasil: A Bola de vez! Claudia Gazel, para Go Where Gastronomia – maio/2013


LeBresil

A França anda com o radar ligado quando o assunto é o Brasil. E não pelo futebol nem pelo Carnaval. De olho no crescente desenvolvimento econômico do nosso país, os franceses, curiosos por natureza, interessam-se cada vez mais por informações a respeito do mercado de trabalho e qualidade de vida, mas também pelas belezas naturais, o turismo e, logicamente, nossa cultura. O Le Bon Marché de Paris acaba de lançar a exposição Le Brésil Rive Gauche. Com duração de mais de dois meses, o evento não aborda isoladamente moda, arte, cultura e gastronomia. Numa seleção única de produtos brasileiros, do biquíni colorido e das havaianas no pé à caipirinha, passando pelo pão de queijo e pela pimenta biquinho, o que está em evidência é a alegria e o jeito brasileiro despojado de viver.

Lá Da Venda, da Chef Heloisa Bacellar, ganha stand no Le Bon Marché

À frente da curadoria do evento, a chef Heloisa Bacellar representa a gastronomia brasileira no Le Brésil Rive Gauche e traz um pouco da sua cozinha convivial a Paris. Num stand exclusivo localizado no segundo andar da loja de departamentos, itens da cozinha do dia a dia do brasileiros como goiabada, cachaça, palmito, feijão preto, coco ralado e até polvilho doce, aparecem em meio aos divertidos objetos garimpados pela chef, como cadernos encapados com chita, cestas de piquenique, toalhas de mesa e outros artigos artesanais. Sabores e cores do Brasil unidos num só espaço. Uma reprodução bastante fiel do espírito do aconchegante e descontraído restaurante Lá da Venda, que ocupa uma simpática casa com jardim na Vila Madalena, em São Paulo, e tem todo dia cheiro de bolo e torta fresquinhos. E, para aqueles que nunca viram ou não fazem a menor ideia da utilidade do feijão preto, do palmito ou do coco ralado, mas querem levar os produtos para casa, diversas dicas de receitas, em francês, ficam à disposição dos clientes; basta pegar uma cópia. E assim a empada de palmito, o caldinho de feijão e o manjar branco podem ganhar vez nos exigentes e curiosos paladares dos franceses. O livro de Heloisa Bacellar, Brésil a la Table (O Brasil à mesa), também está à venda no local. Algumas receitas de Helô, como brigadeiro e bolo de fubá, podem ser degustadas na Grande Epicerie durante o evento.


lá da venda_Le Bon Marché

Helô Bacellar: com talento, garra e determinação, um turbilhão de sabores e emoções invade Paris


Um ano inteiro de muito trabalho e dedicação. E, com uma travessa de brigadeiros debaixo do braço, correndo para lá e para cá nos corredores do Le Bon Marché, Helô não esconde a satisfação e a alegria com o resultado. Para Heloisa Bacellar, chef formada pela Le Cordon Bleu, profunda conhecedora das gastronomias francesa e brasileira, o que interessava nesse grandioso projeto não era simplesmente trazer às gôndolas da Grande Epicerie e do Le Bon Marché produtos brasileiros de qualidade. A sua contextualização era peça-chave indispensável para não fazer do evento mais uma simples e comum fotografia do tão falado país tropical, do Carnaval e do futebol. “Nada contra, mas é outro país que queríamos mostrar por aqui. Uma culinária do eixo Rio-São Paulo, sem regionalismos, nem clichês.” Foi assim que, desde o início, o Le Bon Marché investiu na confecção de um livro de receitas brasileiras, em francês, feito especialmente para o evento. Das mãos e panelas de Helô Bacellar, nasceu o Brésil a la Table, livro de receitas brasileiras cujo diferencial vai além da língua em que foi escrito. Nele, algumas receitas precisaram ser adaptadas, seja para torná-las acessível ao paladar francês, seja para substituir produtos que não são encontrados na França. E por isso, na receita de feijoada, incorpora-se a receita de carne seca caseira. E por que não? O brigadeiro leva chocolate mais amargo do que nas receitas tradicionais brasileiras. E assim por diante. Também foi com esse espírito que surgiu a ideia das receitas espalhadas nas prateleiras do stand do Lá da Venda no Le Bon Marché. “Isso foi fundamental! Como atingiríamos um francês com um simples saco de polvilho doce na estante? Além de degustar, o público francês teria que ter condições de identificar os produtos e de reproduzir a receita em casa”, comenta Helô. E com a receita do pão de queijo, em francês, ao lado do saco de polvilho doce, realmente a história é outra. O stand do Lá da Venda também foi palco de diversas aulas de culinária voltadas para o grande público. E foi ali que o doce mais popular do Brasil conquistou os paladares dos franceses. Sim, o “brigaderrô” teve seu momento de glória em Paris. Elaborado com chocolate francês amargo, e incrementado com coco, castanha do pará e até pasta de açaí, ele fez sucesso, digamos, inesperado. Outra etapa importantíssima foi o treinamento dos funcionários da Grande Epicerie, para torná-los aptos a elaborar os produtos que estão sendo vendidos em diversos setores do supermercado durante esses dois meses e meio de evento: pão de mandioca, pão de queijo, bobó de camarão, salada de miniarroz Retratos do Gosto/MIE Brasil, bolo de fubá com goiabada e brigadeiro. Receita, aulas e conselhos de Helô Bacellar e voilá. Hoje é possível comer pão de mandioca assado no dia, em Paris, na Grande Epicerie. E entre os segredinhos de bastidores, Helô responde a uma pergunta que não quer calar:“O maior sucesso? A grande paixão foi pelo Romeu e Julieta! Fizemos em duas versões: goiabada em pasta com fromage blanc e a goiabada em pedaços com Comté. Sucesso absoluto que será incorporado ao cardápio do serviço de catering da Grande Epicerie.” E Helô encerra: “Queríamos trazer um pouco da culinária do Brasil para ficar, criar raízes aqui na França. E acho que conseguimos.” Digamos que, por aqui, o Brasil é, sim, a bola da vez!


Helô Bacellar_Le Bon Marché

Gôndolas e receitas de alma verde e amarela na Grande Epicerie


Gôndolas exclusivamente dedicadas às comidinhas e guloseimas típicas do Brasil também estão presentes na Grande Epicerie, o supermercado do Le Bon Marché. Ao todo são 50 produtos e 28 marcas nacionais. Entre elas, a linha de produtos Retratos do Gosto, fruto da união do chef Alex Atala com os empresários Gustavo Succi, Gabriela Borges e Maurício Rolim Amaro e a

MIE Brasil, empresa de desenvolvimento de marcas de alimentos orientadas para o consumo consciente, está bem representada por produtos para lá de especiais como o miniarroz, do Vale do Paraíba, e as granolas preparadas com castanhas brasileiras e receita de Helô Bacellar. Molhos de pimenta, chocolates, cervejas, cachaças e vinhos também têm espaços nas prateleiras.

Dê download na matéria: Brasil: a bola da vez!

#EventodoBrasilnoLebonMarché #LádaVendaRestaurante #HelôBacellar #LeBonMarché #EntrevistacomHelôBacellar #LádaVendanoLeBonMarchédeParis

0 views0 comments