• Clau Gazel

Haut Marais: um dos cantinhos mais gostosos de Paris

Haut Marais. Não é muito comum escutar essa nomenclatura. Mas o fato é que ele designa um canto do Marais, mais ao norte e já beirando as redondezas na Place de la Republique. Bem diferente da região mais conhecida do bairro – como os arredores da Rue des Rosiers e do Hotel de Ville, no Haut Marais ainda é possível anda sozinho em uma calçada, sem esbarrar com as pessoas que babam nas vitrines ou ter que disputar uma mesa num café. E o melhor: por lá, tudo é cool: lojas, galerias, restaurantes, ateliers de bijoux, jovens estilistas, boutiques diferenciadas e bistrôs charmosos. Esta aqui um guia completo, com minhas dicas que, como sempre, são selecionas e testadas para vocês.

AO AR LIVRE

Square du Temple – fica na Rue Bretagne e costuma ser sossegada.

Square Georges Cain – um pouco mais perto no burburinho do Marais, mas mesmo assim consegue manter um certo isolamento do ritmo frenético da Rue Francs Bourgeois. Olhe este post para explorar esse quarteirão.


CULTURAL

Institut Suédois – 11, Rue de Payenne; ter/dom. 12h/18h. Tem uma programação bem alternativa e interessante.

Musée d’art et  d’histoire du Judaisme – 72, Rue du Temple; dom/sex. 11h/18h. As exposições costumam ser muito boas.

COMPRAS – Concept store

Merci: 111, Boulevard Beaumarchais; seg/sáb. – 10/19h; metrô Saint Sébastien Froissart/linha 8. Loja conceitual com objetivo exclusivamente filantrópico. Todo o seu resultado é destinado ao auxílio de crianças carentes, especialmente em Madagascar. Tem de tudo um pouco: roupas e acessórios de jovens estilistas (especialmente franceses), artigos de casa e decoração (de babar!) e culinária. De extremo bom gosto, desde que abriu em 2009 é sucesso absoluto e ponto de encontro dos parisienses descolados. O restaurante do subsolo é natureba e tem um buffet de saladas maravilhoso; vou até lá especialmente para almoçar salada! Atenção: lota!


COMPRAS – Para a casa

Hervé Gambs – 60, Boulevard Beaumarchais. Especialista em perfumes e velas para a casa e tem itens de decoração bem legais.  Destaque para as luminárias e lanternas, que vão super bem em áreas externas.

Les Fées D’herbe –  19, Rue Charlot. Loja de decoração que mistura vários estilos, desde itens com cara de casa de praia até os divertidos acessórios da marca italiana Miho.

COMPRAS – Bijoux lindas de morrer

Monsieur Paris – 53, Rue Charlot; ter/sex. 11h/19h e sáb. 12h/20h. Jóias finas, leves e delicadas, com design moderno e intertemporal, em prata, ouro, cobre e até diamantes. Suas peças são inconfundíveis.

Hod – 104, Rue Vielle du Temple; ter/sáb. 11h/19h e dom. 14h/19h.  Lá você pode encontrar Agnes de Verneuil e Chan Luu. Este último designer é amado pelas parisienses e suas pulseiras viraram febre. São lindas mesmo!

COMPRAR – fotos

Maison du Leica – 52 Boulevard Beaumarchais; ter/sáb. 9h30/13h e 14h/19h. Para os amantes de câmeras de verdade, é de pirar.

COMER

Café Charlot – 38, Rue Bretagne; seg/dom. – 7/2h. Esse café é uma delícia, especialmente se conseguir uma mesa na calçada para ver o movimento! Tem cardápio bastante variado, além de opções de pratos do dia. E o melhor: abre o dia inteirinho!

Marché des Enfants Rouges – 39, Rue Bretagne; horários variam conforme a estação do ano. Além das barracas de flores, frutas, legumes, verduras e peixes, têm as que servem comida. Basta escolher entre comida italiana, árabe, marroquina ou africana, crepes ou sanduíches,  servir-se no balcão e procurar lugar em uma das disputadas mesas coletivas. Não tem o charme do Café Charlot, mas é sem dúvida uma opção bem parisiense. Dentro do Marché também tem um bistrô, o L’Estaminet.


Al Taglio Pizza – 27, Rue Saintonge;  não divulgam horário de funcionamento (é normal isso por aqui). Pizza em pedaço como na Itália, mesas coletivas e clima bem descontraído. Uam das minhas preferidas na cidade. Em geral fica aberto do almoço até às 23h30, mas o melhor é dar uma ligada antes.


Briciola Pizza – 14, Rue Normandie; seg/sáb. – 12h/15h e 20/23h. Aqui a pizza vem no prato, todinha  e enorme – para você. Reserve se não quiser esperar muito. Também serve massas.

Mozza Bar – 57, rue Bretagne; ter/sáb. 10/14h30 e 17/20h; dom. 10/14h30. Tudo o que há de melhor em termos de produtos italianos para montar seu sanduba na hora ou uma bela tábua de antepastos.

Clasico Argentino – 56, Rue de Saintonge; ter/dom. – 12/23h. No cardápio, nada além de empanadas, saladas, cervejas, vinhos e helado argentino. É bem verdade que está virando cadeia e se espalhando pela cidade, mas não posso negar que as empanadas são divinas.


PATISSERIES

Jacques Genin – 133, rue de Turenne; ter/dom – 11/19h e até 20h aos sábados. Sem dúvida um dos grandes nomes da patisserie francesa, com um salão de chá magnífico, pequeno, moderno e confortável (nada a ver com as velharias que indicam por aí). Minhas dicas: éclair au chocolat e mil folhas de baunilha.


BOULANGERIE

Boulangerie da Rue de Turenne – 134, Rue de Turenne – ter/dom. -8/20h. Tá, ficou claro que não lembro o nome da boulangerie. Mas e daí se sei  que é lá que tem o melhor croissant que já comi?!?!


FLORES

Bois Violette  – 7, rue du Pont aux Choux; ter, qui. e sáb. das 11h/20h30 e qua. 14h30/20h30. Um acolhedor ateliê, onde Clotilde Rohart trabalha  ao som de musica clássica. Não é preciso querer comprar flores para visitar esse paraíso.

Frédéric Garrigues – 2, rue Saint- Gilles; ter/sáb. 10h30/20h. Arranjos bastante naturais, com um toque de originalidade inconfundível.


#dicasdeParis #dicasdoMarais

1 view0 comments