• Clau Gazel

Hoje em Paris: Village Saint Paul

Em meio à loucura e agitação do Marais, há um lugar escondido e silencioso onde é possível ler um livro, observar o movimento dos moradores, visitar lojas de design e antiquários, tomar um vinho ou simplesmente ver o tempo passar.


Esse lugar chama-se Village Saint-Paul. Sua existência remonta ao Século VII, quando, em 630, Saint-Eloi tesoureiro e ministro de Dagoberto Primeiro fundou um mosteiro de freiras dedicadas à Saint-Martial na Ile de la Cité. Depois, em 635 ele construiu à margem direita do Sena a basílica dedicada a Saint-Paul, que pode ser definida como o embrião da Village Saint-Paul. Escolhida por Carlos V como lugar de residência em 1360, a Village Saint-Paul tornou-se a paróquia dos reis da França 1361-1559.


Em 1979 decidiu-se revitalizar o local, que hoje conta com mais de 40 estabelecimentos comerciais, que dividem corredores, passagens e jardins com diversos edifícios residenciais. O clima é mesmo de vila o que dá ao local um charme especial. Desça no metrô Saint-Paul (linha 1), e siga pela rue Saint-Paul. As placas (veja foto acima) indicam as entradas para a Vila. Fique atento porque às segundas muitas lojas não abrem suas portas.


Loja de chapéus artesanais de Veronique Brykalsky


Loja especializada em prataria e porcelana

#dicasdeParis

0 views0 comments